O mundo virtual de Bolsonaro

Decididamente, o presidente eleito, Jair Bolsonaro, não quer saber da mídia tradicional que até um dia desses era considerada o quarto poder. Tão importante quanto os três poderes – Legislativo, Executivo e Judiciário – nomeados no estado democrático, pelo poder e influência em relação à sociedade. Afinal, os meios de comunicação de massa no Brasil analisam, denunciam, investigam e levam ao conhecimento do público atos ilegais e ilícitos, corruptos e incorretos, em diversos setores, principalmente na política.

Em menos de dois meses de eleito, Bolsonaro já mostrou sua preferência pelo mundo virtual e continua se comunicando através das redes sociais mudando da água para o vinho a relação com os eleitores – na campanha – e agora com todos os brasileiros que ainda vão levar um tempo para se acostumar com o estilo do capitão.

Se isso vai dar certo quando ele chegar ao Palácio do Planalto, ninguém sabe. Uma coisa já se tem certeza: a mídia tradicional terá que se adaptar, e depressa. Se não quiser noticiar sempre com atraso, as decisões do novo presidente que acha melhor falar através do twitter e facebook em vez de usar as emissoras de TV, rádios e portais dos jornais impressos para se comunicar com rapidez.

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Jogada de mestre

Ao convidar Sérgio Moro para comandar o Ministério da Justiça do seu governo, o presidente eleito Jair Bolsonaro fez uma jogada de mestre. Porque além de ser o símbolo da operação Lava Jato, o juiz sintetiza o antipetismo, a onde que ajudou a vitória de Bolsonaro.

Sem contar que o convite a Sérgio Moro também é uma sinalização de que o combate a corrupção continuara no governo Bolsonaro, o que deve deixar muita gente sem dormir. Nesta quinta-feira (1), os dois se encontram no Rio de Janeiro quando o presidente eleito deve formalizar o convite ao juiz. Independentemente do resultado, Bolsonaro já fez a jogada certa. (Foto: reprodução internet)

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

O PT não aprendeu nada

Toda vez que estimulou a histeria dos seus militantes, o PT perdeu a eleição. Foi assim nas três derrotas de Lula e, mais uma vez domingo, quando Fernando Haddad não conseguiu vencer Jair Bolsonaro. Além de maltratar a militância, que estimulada pelo partido da estrela passou a  sofrer de insônia, ansiedade, depressão, o escambau, os caciques petistas esqueceram de fundamentos básicos para enfrentar o adversário.

Como por exemplo, a comunicação direta com o povo, um sonho antigo do PT antes mesmo das redes sociais. Falar com os eleitores sem passar pelos veículos tradicionais da imprensa era o que todo petista queria quado chegava ao poder. Com um agravante: de vez em quando, o PT defendia a ” democratização da imprensa” porque nunca se acostumou a ser criticado depois que seus representantes passaram a comandar estados, municípios e o País. O novo presidente do Brasil deu de goleada no PT neste fundamento, apesar da histeria dos petistas.

Tanto tempo governando mas, pelo que se viu, o PT não aprendeu nada.

 

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Geraldo Júlio detesta o 2º Jardim de Boa Viagem

Geraldo Júlio (PSB ) não sossega enquanto não destruir de vez o 2º Jardim de Boa Viagem. Já arrancou os flamboyants e os jasmins que davam sombra aos seus frequentadores. Depois, instalou equipamentos de ginástica na ponta da praça, um perigo por conta dos carros que passam nos dois lados da avenida. No meio do antigo jardim também construiu um centro turístico horroroso, mal feito, com as caixas d água expostas, só para distribuir folders e cartazes. Achou pouco e também cedeu o espaço público para uma empresa privada alugar bicicletas infantis, um absurdo.

Recentemente, o prefeito se superou: autorizou a construção de um quiosque – segundo os operários da obra – da sorveteria Frisabor, descaracterizando de vez o local. Qualquer diz ele manda quebrar as calçadas e cede o 2º Jardim de Boa Viagem para alguma empresa explorar um grande estacionamento.

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Redução de 69% das ocorrências no segundo turno

Raul Jungmann comemora a redução de 69% das ocorrências no segundo turno da eleição em relação ao primeiro. O ministro da Segurança Pública diz que foram 126 prisões no último domingo contra 929 ocorridas no dia 7 de outubro.

Ele acha também que a manifestação do governo contra as fake news  foi eficaz o que, segundo ele, reduziu a força das notícias falsas:”Aquela tempestade de fake news , trazendo fraudes sobre as urnas eletrônicas que eram inexistentes, praticamente deixou de existir. A mensagem de que não há anonimato nas redes sociais ou impunidade chegou àqueles de má fé que queriam desfazer a credibilidade do sistema e da urna eleitoral”, disse Jungmann ao fazer um balanço do segundo turno da eleição presidencial.

 

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário